images.jfif

LUIZ GASPARELLY JUNIOR

Doutor em Literatura Comparada pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Estágio de pós-doutorado em Estudos de Literatura, na Universidade Federal Fluminense. É Mestre em Ciência da Arte (UFF), possui graduação em Letras Clássicas. Autor do livro A Estrada Autoficcional de Narciso: de Maria Antonieta a Madonna (2015). Atualmente é professor da Faculdade Professor Miguel Angelo da Silva Santos (FeMASS).Tem experiência na área de Artes, atuando principalmente nos seguintes temas: Semiologia, Teorias da Literatura, Artes, Era Vitoriana, Cinema, Performance, Autoficção e Mídias.

PUBLICAÇÕES

4170155.jpg

A ESTRADA FICCIONAL DE NARCISO: DE MARIA ANTONIETA A MADONNA

ISBN: 9788583050629
2015
160 páginas
R$ 70,00
Este livro trata a questão nevrálgica não apenas da arte, mas também da identidade a construção de um eu biografemático que se insere tanto na construção da identidade, quanto no corpo do sujeito e faz dele morada, tornando-se uma autoficção. O personagem Narciso, da mitologia grega, é a estrada poética em que caminhamos. Partindo de personalidades como Maria Antonieta, Roland Barthes, Alexandre Herchcovitch, Madonna e Oscar Wilde, que tran-sitaram e ainda transitam no limítrofe das linguagens da arte e do corpo, este livro discute questões relativas ao processo de autoficção, a partir de teorias da semiologia, da filosofia e da performance. O corpo, aqui, é entendido como instrumento performático, que gera ca-minhos para pontuar como o artista, seja em seu trabalho, seja em suas interações com o mundo, produz máscaras de si mesmo, através de personas que atuam em busca de uma autenticidade artificializada. Através da semiologia barthesiana, que constrói o conceito de biografema como um elemento que amalgama o biográfico e o artístico,